quarta-feira, 6 de agosto de 2008

Caixa eletrônico dos primórdios

Outro dia tropecei em uma coisa, no mínimo, interessante: o precursor dos cartões eletrônicos dos bancos 24 horas!

Não, não eram meus - não sou assim tão velho. Mas tirei umas fotos (mais abaixo), e posto aqui para vocês se divertirem. :)

Funcionava assim:

1) O cidadão, cliente Bradesco (só ele tinha isso), ia até o caixa "24 horas".
2) Inseria um dos cartões (você tinha 3), e digitava a senha.
3) A máquina cuspia o dinheiro. Era uma quantia fixa, pré-programada e que não mudava.
4) A máquina ficava com o seu cartão (por isso você tinha 3).
5) O banco retirava o(s) cartão(ões) da máquina, e reenviava pelo correio para os donos.

Simples, não? :P

Esqueci de dizer: eram cartões perfurados - não magnéticos. Feitos de plástico, parecido com aqueles plástico de baralho de boa qualidade.


Um cartão sozinho, do lado do mouse para escala:


Aqui temos uma foto dos três, do mesmo dono.

Um comentário:

TK disse...

Ache q ainda tem uma graninha aí nos cartões. Talvez um nanocentavo depois de 25 anos de inflação.

Pesquise a Internet